Reportagem extraída do site Reporterdecristo.com por Nando Rocha
Um médico cristão no Reino Unido foi supostamente demitido após e-mail uma oração para seus colegas em Walsall Manor Hospital, no oeste da Inglaterra.

Dr. David Drew - Pediatra e ex- diretor clinico no Reino Unido

David Drew (pediatra e diretor clínico) afirma despedimento sem justa causa de seu hospital depois de ter problemas – Encaminhou um email a uma lista no qual estava incluído o email de seus gerentes.

Santo Inácio de Loyola -Santo da Igreja Católica - fundador dos jesuítas

A oração por Santo Inácio de Loyola, fundador dos jesuítas, foi enviado a seus colegas, a fim de tentar motivar seu departamento.

Apelando para o tribunal de trabalho em Birmingham na segunda-feira (26), o médico revelou que ele sentiu que estava sendo injustamente após ter levantado preocupações sobre a conduta de seus colegas na enfermaria pediátrica do hospital.

Quando Drew reclamou ao consultor, o seu papel como diretor clínico foi retirado dele.

Pediram-lhe mais esclarecimentos em relação às referências religiosas e disse-lhe apenas aceitar as recomendações, sem questionar ou pedir demissão.

“Queria que me comportasse de uma maneira diferente e que deveria dar algumas explicações,” Drew disse ao tribunal.

A audiência de 10 dias continua se ou não Drew, foi injustamente demitido pelo hospital.

Deixe sue comentário, envie para o seu amigos pedimos oração pelo cristãos

A Reportarem abaixo por Aline Jesus para o TechTudo da Globo.com é lastimável

Por: Aline Jesus -para o TechTudo

David Drew acabou demitido (Foto: Reprodução)

Uma série de e-mails religiosos enviados a colegas de profissão causou a demissão do médico David Drew, do Walsall Manor Hospital, na Inglaterra. Segundo o Daily Mail, os diretores do hospital consideraram a conduta inapropriada. Revoltado com a atitude, o médico denunciou o caso na última terça-feira (27) à Justiça local.

Além dos e-mails que David alega ter enviado após casos marcantes, o inglês também mandou mensagens de Feliz Natal para alguns amigos que trabalham no hospital.

“Minha mensagem era: ‘Tenham um Natal de paz’. A alegação foi de que estava forçando a minha religião a outras pessoas, de que sou um maníaco religioso. Se eles achavam isso, acredito que deveriam ter falado comigo antes. Não sabia que este e-mail poderia me causar tantas dificuldades e acabar na minha demissão”, lamentou.

A “gota d’água” da situação aconteceu quando o médico teria sido recomendado a “não utilizar linguagem religiosa em comunicações verbais ou escritas”. Ele admitiu ter enviado uma oração para alguns colegas, para tentar motivar o departamento.

Via Daily Mail

Faça seu comentário

Veja também no Repórter de Cristo sobre perseguição aos Cristãos:

 

O Conselho Federal Homofascísta de Psicologia ameaça punir a Dra. cristã Marisa Lobo. Apoiar a Dra. Marisa é apoiar os bons profissionais da psicologia.

A psicóloga cristã Marisa Lobo foi ameaçada! Recebeu um ultimato do Conselho Regional de Psicologia do Paraná para que retire de seu perfil na internet toda menção à sua crença pessoal de fé, caso contrário, terá seu registro profissional de psicóloga cassado.

Repórter de Cristo – Leia mais: http://reporterdecristo.com/campanha-em-favor-da-dra-marisa-lobo

“Ditadura Gay”: Psicóloga cristã pode ter direitos cassados

Dra. Rozângela Justino, é outra psicóloga perseguida pelo Conselho Federal Homofascísta Cristofobico de Psicologia, que está cerceando a liberdade profissional do psicólogo baseada exatamente naquilo que ele aprendeu e no julgamento que ele proferiu quando se formou em psicologia. Está sendo punida por apóia iniciativa daqueles que voluntariamente desejam deixar o homossexualismo.

Repórter de Cristo – Leia mais: http://reporterdecristo.com/ditadura-gay-psicologa-crista-pode-ter-direitos-cassados

Em apoio ao Padre Paulo Ricardo

o Padre Paulo Ricardo, sacerdote da nossa Igreja Católica, pertencente ao clero da Arquidiocese de Cuiabá (Mato Grosso), reitor do Seminário Cristo Rei, na mesma cidade e ordenado desde 1992, pelo Papa Joao Paulo II, foi diretamente atacado por sacerdotes pertencentes à sua própria arquidiocese por se sentirem incomodados com suas palavras proferidas no último dia 20 de fevereiro.

Repórter de Cristo – Leia mais: http://reporterdecristo.com/em-apoio-ao-padre-paulo-ricardo/

Fonte: Repórter de Cristo – Leia mais: http://reporterdecristo.com/medico-cristao-e-demitido-por-enviar-e-mail-oracoes-para-colegas/